Friday, January 11, 2008

A Tua mão


“Meu irmão, eu gostaria de lhe dizer que Deus é Pai, com um coração de mãe. Tu és lindo, pois é um pensamento de Deus. O teu nome está escrito na palma da mão de Deus, tu és precioso aos olhos dele, ele chama-te pelo nome, resgata-te e salva-te. Deus ama-te como se fosses a única criatura no mundo, tamanho é o carinho daquele que te criou. Em Isaías, capítulo 41, versículo 13, Deus fala: "Eu, o Senhor, teu Deus, seguro-te pela mão, e digo-te: Nada temas, eu venho em teu auxílio".
Deus é eterno e eterna é a Sua Palavra. A Sua promessa é para toda a humanidade. A revelação de Deus, concluiu-se com a vinda do Espírito Santo no dia de Pentecostes, mas a História da Salvação é contínua e tu fazes parte dela. Deus ama-te e espera ser amado. Ele quer falar-te e ser ouvido. E, no meio de tantas vozes, só ele tem palavras de vida.
Eu proponho-te uma experiência: faz silêncio e escuta a voz de Deus que ressoa no teu coração. Pede que Ele ilumine os teus caminhos e nos momentos de tribulação te dê sabedoria e fortaleza a fim de que possas com firmeza peregrinar nessa vida rumo ao céu.”
Papa João Paulo I.

Já não escrevo há algum tempo no blog, por isso aqui vai um bocadinho…
É bom sentirmo-nos na palma da mão de Deus mesmo não sabendo às vezes o que isso quer dizer…
Mas se acreditarmos que é nessa mão o nosso local, tudo se transforma em nós e em quem está connosco.
Todos sabemos que nas nossas vidas temos dias bons e dias maus, e não é só nos maus momentos que sabe bem ter uma mão ao lado, é também nos momentos bons. Essa mão de Deus manifesta-se de muitas maneiras… Já pensas-te porque é que aquele ou aquela pessoa está ao teu alcance num certo “espaço de tempo”?!
Não digo que estamos sempre protegidos pela mão dEle, ou melhor dizendo, podemos ter os nossos problemas, inquietações, e passar por provações… Um pai ou uma mãe não diz ao filho para não andar e também não anda sempre com ele ao colo, deixa-o caminhar e incentiva-o, quando o vê a cair ajuda-o a levantar, tratar das feridas e voltar a dizer-lhe “caminha”.
O carinho de Deus por nós ajuda-nos a encontrar o rumo da felicidade, do encontro, da partilha, da fé, da esperança, do amor…
Todo o amor de Deus vai manifestar-se em cada um de nós de formas diferentes e com pesos que cada um seja capaz de carregar aos ombros..
Apenas quero dizer que estas palavras do papa João Paulo I foram das mais simples e mais belas que já ouvi. E é no silêncio do teu coração que encontras Deus a falar contigo…
Vou agora ficar em silêncio…

O Caminhante

2 comments:

Catarina said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Catita said...

Muitas vezes conhece-se uma pessoa pela escrita, porque as palavras têm um sabor igual ao perfil intelectual de cada um. E se há umas que tocam a alma outras há que são indiferentes aos meus olhos. João Paulo I pelo que disse mostrou ser uma pessoa espectacular, com um coração enorme capaz de fazer brotar um amor imenso no coração de quem lê.

As tuas palavras, Caminhante, fazem de ti aquilo que és, mas que nem sempre demonstras ser. Fazem de ti um guerreiro que é frágil, mas mesmo com dificuldade pega na arama e continua a batalha. Porque, para ti, o vencer não é impossível, apenas o perder o é! E as tuas palavras reflectem isto e muito mais. Transmitem uma tranquilidade...

Bjto*
P.S.

-Se quisesses conhecer alguém quem conhecerias?

Eu conheceria João Paulo I, porque tenho a certeza que iria adorar ouvir as palavras dele, e também tenho a certeza que iria chorar ao ouvi-las. E é bom chorar. É sinal que essa pessoa nos marca e que jamais sairá da nossa memória.

*És um espelho que tem medo de reflectir (interpreta como quiseres)...